Motorola vai carregar celulares pelo ar

A Motorola vai passar a carregar seus celulares a 1 metro das tomadas. Não, não é o cabo que tem 1 metro. A companhia comprou uma tecnologia capaz de carregar os aparelhos a essa distância das saídas de energia. A solução é desenvolvida em parceria com a startup norte-americana GuRu Wireless.

A GuRu publicou um vídeo mostrando como funciona o sistema. Em uma sala, diversos aparelhos são postados sobre uma mesa. Depois, os kits de carregadores aparecem alimentando as baterias a uma distância de aproximadamente 1 metro da tomada. O vídeo pode ser assistido no Vimeo.

A tecnologia se chama .GuRu RF Lensing e o carregamento é realizado por um sistema de transferência de energia que tem de ser conectado à tomada. Pequenos módulos da GuRu enviam a energia pelo ar. Mas, cabe o alerta: não dá para ficar segurando o telefone enquanto ele carrega.

Caso algo bloqueie o espaço entre o carregador e o aparelho, como a mão do usuário, o envio de carga é interrompido e retomado quando o caminho fica livre, o que ainda é um problema da tecnologia. O que pode ser feito é apoiar o smartphone em alguma superfície para continuar usando.

O sistema dispensa uma base fixa. Por enquanto, ainda não há previsão de venda comercial do sistema para os usuários de celulares da Motorola.

Carregadores sem fio

Mi Air Charge

A Xiaomi lançou tecnologia similar em janeiro. Imagem: Xiaomi/Reprodução

A Xiaomi já mostrou uma tecnologia similar, em janeiro deste ano, mas também não disponibilizou para os consumidores ainda. O sistema da companhia chinesa se chama Mi Air Charge Technology e usa ondas eletromagnéticas para carregar os aparelhos.

Porém, o sistema pode transmitir apenas 5 watts de energia para um único dispositivo no raio de alcance da base de carregamento. Outro problema é que os celulares precisam de uma antena especial desenvolvida pela Xiaomi capaz de converter as ondas eletromagnéticas emitidas pelo carregador em energia elétrica.

FONTE: https://olhardigital.com.br/2021/05/13/reviews/motorola-vai-carregar-celulares-pelo-ar/